Minha lista de blogs

Envolvimento de Mução em crime de pedofilia deve ser descartado hoje, diz advogado de defesa

O advogado de defesa do humorista Rodrigo Vieira Emerenciano, o Mução, informou que o envolvimento do radialista na divulgação de arquivos pornográficos envolvendo crianças e adolescentes deverá ser esclarecido nas próximas horas.

Em entrevista à rádio O POVO/CBN, o advogado Waldir Xavier disse que a Polícia Federal trabalha com a hipótese de que uma terceira pessoa tenha usado o computador do humorista para divulgar o material ilegal. Ontem, o suspeito prestou depoimento na Polícia Federal, segundo o advogado. "As diligências que estão acontecendo pela Polícia Federal agora pela manhã estão esclarecendo exatamente o que aconteceu", defendeu o advogado.

Xavier disse ainda que está providenciando uma medida liberatória para o humorista, que se encontra detido na Superintendência da Polícia Federal, em Fortaleza. A transferência do humorista para Recife, onde ocorrem as investigações, ainda não está descartada, conforme o advogado.

Caso a defesa não consiga soltura, a prisão temporária pode se estender por cinco dias, podendo ser prorrogada por mais cinco, caso as provas contra ele sejam contundentes.

Pornografia infantil
A operação, denominada DirtyNet (Rede Suja), teve apoio do Ministério Público Federal e da Interpol e prendeu 32 suspeitos em nove Estados brasileiros. As prisões foram realizadas no Rio Grande do Sul (5), Paraná (3), São Paulo (9), Rio de Janeiro (5), Espírito Santo (1), Ceará (1), Minas Gerais (5), Bahia (1) e Maranhão (2).

A operação DirtyNet foi desencadeada na manhã da quinta (28) com o objetivo de desarticular a quadrilha. A PF estava monitorando redes privadas de compartilhamento de arquivos na internet há seis meses e detectou trocas de material de cunho sexual envolvendo crianças e adolescentes.

Integrantes de um mesmo grupo e valendo-se da suposta condição de anonimato na rede, os suspeitos trocavam arquivos contendo cenas degradantes de adolescentes, crianças e até bebês em contexto de abuso sexual.

Além da troca de arquivos foram identificados ainda relatos de outros crimes praticados pelos envolvidos contra crianças, inclusive com menção a estupro cometido contra os próprios filhos, sequestros, assassinatos e atos de canibalismo.

fonte: O Povo Online / Correio

0 comentários:

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | hospedagem ilimitada gratis