Minha lista de blogs

Senador Magno Malta sobre o "Kit Homossexual"



Este vídeo é muito esclaredor, confira o discurso de um Senador sério e respeitado no Brasil. Discurso no Plenário em 24/05/2011.

"Nós temos de resistir o Governo, nós temos que resistir o senhor Haddad com este kit, e chamá-lo Às falas, porque eu sou da base do governo e tenho o maior respeito pela presidenta que ajudei a eleger, agora a minha conciencia não esta a serviço dela não, a minha conciencia nao tá a serviço do Haddad, a minha conciencia não tá a serviço de uma minoria que eu respeito, agora, valores de família eu vim aqui pra isso, é essa a missão que Deus me deu que meu Estado me deu...criaremos um Império Homossexual em nome de uma minoria que grita? "

Em discurso na terça-feira (24), o senador Magno Malta (PR-ES) criticou duramente o ministro da Educação, Fernando Haddad, a quem acusou de ter evitado discutir a questão do que chamou de "kit homossexual" com a Frente Parlamentar da Família. Segundo o parlamentar, Haddad faltou com a verdade em audiência recente na Câmara dos Deputados.
- Ele disse que não sabia desse kit. Ele escamoteou. Ele mentiu.
Magno Malta também criticou o teor do material audiovisual que compõe o kit, a ser distribuído na rede pública de ensino, com objetivo de combater a homofobia por meio da conscientização dos estudantes. Em sua opinião, o conteúdo proposto pelo ministério transformaria as escolas em "academias de homossexualismo":
- O senhor já ouviu o teor, a linguagem do tal filmete que foi exibido lá agora? Ministro Haddad, ponha a mão no juízo. Nós precisamos discutir isso com a Presidência da República - disse o senador, que também apontou a falta de atenção do ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci, e do secretário-geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, aos pedidos de audiência feitos pelos senadores.
Magno Malta também se pronunciou contra a decisão do STF de reconhecer a união civil entre pessoas do mesmo sexo, que classificou de "aberração" e "um mal desgraçado a este país", e contra o projeto de lei da Câmara que criminaliza a homofobia (PLC 122/2006).
- Uma minoria barulhenta tenta se sobrepor a uma maioria absoluta deste país, uma maioria que acredita em princípios de família, como Deus assim constituiu - disse o senador.
Em aparte, o senador Walter Pinheiro (PT-BA) assinalou como fundamental a distinção entre respeitar determinadas práticas e promovê-las, notando que é obrigação do Poder Legislativo elaborar leis que punam a violência e a discriminação contra qualquer orientação.

2 comentários:

Marilson dos santos disse...

parabens senador! a sociedade nao apoia esse kit nem essa pl122

Angelo Ricardo disse...

Parabéns, senador!

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | hospedagem ilimitada gratis